logo universo

Pesquisar no site:

facebook

Home COMÉRCIO
COMÉRCIO E FORNECIMENTO Imprimir E-mail


ayahuascaPrezado Amigo(a),

Devido a uma grande quantidade de emails e telefonemas recebidos de pessoas interessadas em comprar o chá Ayahuasca, resolvemos escrever este texto para esclarecer nossa posição a respeito deste procedimento:

Considerando nossa experiência pessoal no uso da Ayahuasca por mais de 25 anos e que nosso Representante Geral (Sr. Luis Pereira) foi eleito como membro titular do GMT-CONAD, órgão do Governo Federal, para regulamentar os princípios deontológicos do uso religioso da Ayahuasca no Brasil e sendo assim tendo responsabilidade e ética quanto a cumprir a legislação vigente.

Considerando que em nosso Estatuto Social e Regimento Interno existem normas rígidas sobre o controle e distribuição da Ayahuasca exclusivamente para nossos representantes legais no Brasil.

Considerando que a produção da Ayahuasca demanda custos e trabalho complexo além de estar se tornando difícil encontrar as plantas nativas em quantidades suficientes para o próprio consumo de nosso grupo.

VIEMOS MUI RESPEITOSAMENTE ESCLARECER
QUE NÃO FORNECEMOS AYAHUASCA !


Aproveitamos para explicar com mais detalhes os motivos desta decisão:

A SAGRADA COMUNHÃO DA AYAHUASCA:
A Associação Beneficente Intercultural Universo Místico possui um profundo respeito por este sacramento sagrado. A Ayahuasca não é uma plantinha de quintal e o chá propriamente não é feito em poucos minutos em uma chaleira de fogão. Existe todo um procedimento ritualístico não só no preparo (feitio) da bebida, mas nos rituais de comunhão. São necessário anos de aprendizado para saber conduzir corretamente os trabalhos e saber alguns mistérios e segredos de um preparo de qualidade e que resulte em uma Ayahuasca de valor espiritual. Por isso consideramos uma ofensa qualquer oferta material ou financeira para comprar nossa Sagrada Comunhão.

CARTA DE PRINCÍPIOS: *1
Independente de nossa posição contra a comercialização por considerá-la sagrada temos que considerar também que quando da liberação da Ayahuasca no Brasil para fins religiosos, diversas entidades assinaram uma carta de princípios onde consta o seguinte item:

4.1. Comercialização: As entidades comprometem-se a não comercializar a Ayahuasca, mesmo a seus adeptos, sendo seus custos de produção, transporte, estocagem e distribuição às filiais de responsabilidade do Centro.

DEONTOLOGIA DA AYAHUASCA: *2
Recentemente o GMT-CONAD também aprovou o Documento de Deontologia do Uso da Ayahuasca onde consta o seguinte:

25. O GMT reconhece o caráter religioso de todos os atos que envolvem a Ayahuasca, desde a coleta das plantas e seu preparo, até seu armazenamento e ministração, de modo que seu praticante de tudo participa com a convicção de que pratica ato de fé e não de comércio. Daí decorre que o plantio, o preparo e a ministração com o fim de auferir lucro é incompatível com o uso religioso que as entidades reconhecem como legítimo e responsável.

26. Quem vende Ayahuasca não pratica ato de fé, mas de comércio, o que contradiz e avilta a legitimidade do uso tradicional consagrado pelas entidades religiosas.

27. A vedação da comercialização da Ayahuasca não se confunde com seu custeio, com pagamento das despesas que envolvem a coleta das plantas, seu transporte e o preparo. Tais custos de manutenção, conforme seja o seu modo de organização estatutária, são suportados pela comunidade usuária. E é evidente, também, que a produção da Ayahuasca tem um custo, que pode variar de acordo com a região que a produz, a quantidade de adeptos, a maior ou menor facilidade com que se adquire a matéria prima (cipó e folha), se se trata de plantio da própria entidade ou se as plantas são obtidas na floresta nativa, e tantas outras variáveis.

28. Historicamente, porém, de acordo com a experiência das entidades religiosas chamadas a compor o Grupo Multidisciplinar de Trabalho, esse custo é partilhado no seio da instituição por meio das contribuições dos membros de cada entidade. Os sócios respondem pelas despesas de manutenção da organização religiosa, nas quais estão incluídos os gastos com a produção da Ayahuasca, com prestação de contas regular.

29. O uso religioso responsável na produção da Ayahuasca é delineado a partir da constatação das práticas das entidades: a) cultivar as plantas e preparar a Ayahuasca, em princípio, para seu próprio consumo; b) buscar a sustentabilidade na produção das espécies; e, c) quando não possuir cultivo próprio e nenhuma forma de obtenção da matéria prima na floresta nativa – sem prejuízo de buscar a auto-suficiência em prazo razoável – nada obsta obter o chá mediante custeio das despesas tão somente, evitando-se que pessoas, grupos ou entidades se dediquem, com exclusividade ou majoritariamente, ao fornecimento a terceiros.

E sobre o fornecimento e/ou comércio da Ayahuasca o Grupo Multidisciplinar de Trabalho aprovou o seguinte:

2. Todo o processo de produção, armazenamento, distribuição e consumo da Ayahuasca integra o uso religioso da bebida, sendo vedada a comercialização e ou a percepção de qualquer vantagem, em espécie ou in natura, a título de pagamento, quer seja pela produção, quer seja pelo consumo, ressalvando-se as contribuições destinadas à manutenção e ao regular funcionamento de cada entidade, de acordo com sua tradição ou disposições estatutárias;

3. O uso responsável da Ayahuasca pressupõe que a extração das espécies vegetais sagradas integre o ritual religioso. Cada entidade constituída deverá buscar a auto-sustentabilidade em prazo razoável, desenvolvendo seu próprio cultivo, capaz de atender suas necessidades e evitar a depredação das espécies florestais nativas. A extração das espécies vegetais da floresta nativa deverá observar as normas ambientais;

USO SOLITÁRIO:
Muitas pessoas nos alegam que querem comprar porque não tem condições de viajar para participar das Sessões ou Vivências. É comum que ao lerem as narrativas e depoimentos em nosso site, muitos fiquem empolgados pelas possibilidades e queiram passar por isso sozinhos. Nada mais distante da realidade, já que a Vivência é todo um conjunto de condições que somatizadas produzem os resultados maravilhosos que muitos relatam em suas narrativas. O uso solitário da Ayahuasca , sem a coordenação e o acompanhamento de um dirigente responsável, pode até ser perigoso caso a pessoa passe por experiências fortes. Veja que na primeira vez a pessoa nem saberá que quantidade beber ou o que fazer, ou ainda não sabe quanto tempo vai durar a experiência, etc.

Ademais, cabe destacar dentro da responsabilidade e respeito que temos no uso da Ayahuasca, nossa instituição segue as leis brasileiras vigentes, onde este sacramento é apenas liberado para uso ritualístico em grupos devidamente constituídos e registrados, configurando-se portanto, o uso individual como ilegal, sujeito à apreensão e demais responsabilizações civis.

FORNECIMENTO DAS PLANTAS E CULTIVO PESSOAL:
Nosso grupo possui uma grande produção de mudas das espécies (Mariri e Chacrona), que são fornecidas gratuitamente à pessoas responsáveis. Os requisitos para receber as mudas são:

1. Ser associado do Universo Místico a mais de 6 meses;
2. Ter espaço apropriado para cultivo;
3. Se responsabilizar pelos cuidados da plantação;

COMÉRCIO x RATEIO DE CUSTOS:
Outro fato que merece destaque neste assunto é a diferença fundamental entre "Comércio" e "Rateio de Custos". Consideramos comércio a venda da Ayahuasca ou ainda das plantas sagradas para pessoas desconhecidas e que não tenham nenhum tipo de vínculo com o grupo fornecedor. Rateio de Custos seria a forma justa que um grupo se vale para dividir entre os associados, participantes ou visitantes, as despesas envolvidas no preparo da Ayahuasca, na manutenção do grupo, nas despesas administrativas, no cultivo das plantas sagradas e nas benfeitorias que o grupo realiza em suas sedes. Por isso é justo e necessário que as vivências e sessões tenham um custo de participação, para que o trabalho possa ser realizado. De nossa parte, no entanto, procuramos sempre facilitar o acesso das pessoas, não cobrando valores exorbitantes ou muito além dos custos.

QUER DIZER QUE NÃO HÁ SOLUÇÃO?:
Sabemos que muitos poderão nos considerar antipáticos em sermos tão restritivos, no entanto esse cuidado e restrição é comum a todos os grupos sérios que tenham uma liderança responsável e conheçam profundamente a Ayahuasca e seus mistérios. Isso não significa que você não conseguirá sua Ayahuasca pessoal, pois sabemos da existência de grupos que são mais flexíveis. Só não podemos ser coniventes em indicar e/ou induzi-lo nessa busca. Portanto que fique claro que existem sim possibilidades de se conseguir Ayahuasca pronta ou fazer em casa, mas que isso é por sua própria conta e risco.

Como respondemos ante a lei dos homens e a Lei Divina pela coerência com o que nos comprometemos, esperamos ser compreendidos em nossa posição e que outros grupos também tenham o devido respeito por essa medicina da floresta.

Luis Pereira
Representante Geral - Universo Místico


Observação: Os documentos citados e indicados com *1 e *2 estão disponíveis no menu lateral.